home  
 
home
adicionar ao favoritos
indique esta página
english version soon
Ginásticas
História
Acrobática
Aeróbica
Artística
Geral
Rítmica
Trampolim
Conteúdo
Artigos
Biblioteca
Entidades
Hot Links
Notícias
Onde Praticar
Resultados
Especiais
Ginásios
Ginasloucos
Obstinação
Personalidade
Supereventos
Interação
Chat
Downloads
Fórum
Guestbook
Newsletter
Opinião
Institucional
Anuncie
Contato
O Site
Quem Sou
Serviços

Consultar arquivos

criação e
manutenção
d_e_n_i_x®
     
 
Personalidade
 
 
 
 

Personalidade 09 - Daiane Garcia dos Santos

Por: Denis Ribeiro Patrocinio - Ginásticas.com

'Dai' para os íntimos, ou formalmente Daiane Garcia dos Santos. Esta gauchinha, nascida em 10/02/1983 na zona sul de Porto Alegre no Rio Grande do Sul.

Daiane tem apenas 41 quilos e 1,45m de altura, mas que garantem uma ótima performance em suas apresentações na Ginástica Artística. Daiane treina pelo Grêmio Náutico União - GNU (RS) e tem como técnicos Adriana Rita Alves (principal) e Eliseu Burteh.

Dai iniciou na Ginástica Artística a cerca de sete anos atrás, quando tinha seus 11 anos de idade. Ela treinava na AACETE em Porto Alegre - uma associação próxima a sua casa. Lá foi convidada para ir para o GNU. Hoje Daiane treina praticamente todos os dias: 2ª, 4ª e 6ª feiras em dois períodos; 3ª, 5ª e Sábados somente um período. Seus treinos têm em média 5 a 7 horas por dia. Haja fôlego! :)

Esta aquariana, que tem como países favoritos o Brasil e a Espanha (inclusive fala espanhol!) mora com seus pais e mais duas irmãs mais novas (ela tem ainda uma irmã mais velha). Dai diz que na ginástica se inspira em Nadia Comaneci e Luiza Parente; no esporte, o grande ídolo é Ayrton Senna e na vida, seus maiores ídolos são seus pais.

Daiane dos Santos, sem dúvida nenhuma ganhou grande notoriedade no Pan-Americano de Winnippeg em 1999. Foi uma marco para nossa Ginástica. Dai também relata suas dificuldades enfrentadas: "no início, eu morava longe do local de treinamento, e tinha de ir para o clube sozinha. Hoje, o local tem os aparelhos que necessitamos para treinar, mas a qualidade deles e dos acessórios ainda são inferiores ao de outros países".

Felizmente Dai sempre teve em casa o apoio dos pais para a prática do esporte. Inclusive sua mãe jogava Handebol e fazia atletismo. Seu pai jogava futebol. Aliás, Daiane admira também atletismo. Ela hoje faz faculdade de Educação Física.

Daiane compete na categoria Adulto, e tem como aparelhos de maior destaque o salto e o solo. 

Em 2001, Dai também surpreendeu quando conseguiu as seguintes colocações no Pan-Americano: 4º lugar na Trave, 3º lugar no Salto, e 1º lugar no Solo!!! Simplesmente demais! No último Mundial, mais um excelente resultado: alcançou a 5ª colocação no exercício de Solo.

Em seus treinamentos e competições, ela tem acompanhamento de fisioterapeuta, e psicóloga. Dai diz que não faz nenhuma dieta alimentar especial, mas que tem que se cuidar bastante pois adora pizza!

Quanto as lesões, Dai diz elas fazem parte da vida de qualquer atleta, e em todos os esportes. E que na Ginástica são mesmo mais freqüentes as lesões no pé, joelho e costas. Ela já ficou parada por 3 meses depois que operou o pé, e mais recentemente Daiane teve um histórico de cirurgia no joelho, o que fez ficar afastada por mais um tempo novamente.

A gaúcha adora Pagode, Rap e Pop Internacional. Coleciona pins, e curte sair com os amigos nas horas de folga.

Com um currículo primoroso, com aproximadamente 110 medalhas e 18 troféus, Dai diz que para o futuro, quer participar das Olimpíadas em 2004 e se formar em Educação Física e Fisioterapia.

Sobre o sacrifício e o estresse do esporte, Dai relata: "... pode ser estressante, mas as oportunidades aparecem e você tem que saber aproveitar. Consegui muita coisa através da ginástica e com certeza todo o esforço e treinamento vale a pena". E sobre viver do esporte: "...se você tiver sorte de ter um clube forte por trás, te apoiando e investindo no seu trabalho ou conseguir uma empresa que te patrocine consegue-se sim ganhar algum dinheiro, mas a vida de um ginasta é curta e por isto temos que pensar no depois também".

Pergunto sobre o grande segredo para se chegar ao topo neste esporte e Dai é taxativa: "esforço e dedicação!". E deixa seu recado para os novos ginastas: "...sejam persistentes e se dediquem ao máximo, porque só conseguimos as coisas com muito esforço!".

Para os dirigentes do esporte, Daiane pede apenas que eles acreditem mais no potencial da ginástica brasileira.

E finaliza: "... agradeço a todas as pessoas que torcem por mim".

 
 
 
     
   
 
 
 
Resolução mínima de 800x600 IE 5.0
© Copyright Ginásticas.com 2000-2003,
Denis R. Patrocinio